Évora

Sete inundações registadas no distrito de Évora

Sete inundações registadas no distrito de Évora

O mau tempo registado, este sábado, ao final da manhã e ao início da tarde, no distrito de Évora provocou seis inundações em habitações e uma numa via pública, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, registaram-se cinco inundações em habitações na localidade de Vila Viçosa, sendo que uma delas ocorreu numa unidade hoteleira.

Na cidade de Évora foi registada uma inundação na via pública e outra numa habitação.

Fonte da GNR indicou à Lusa que o mau tempo poderá ter estado na origem de dois despistes que ocorreram quase em simultâneo no nó da autoestrada A6 (Évora poente) para a A14.

De acordo com a mesma fonte, os despistes ocorreram cerca das 14 horas, não havendo feridos a registar.

A estrada ainda esteve cortada ao trânsito, mas os automobilistas já podem circular em ambos os sentidos.

Fonte do CDOS de Beja indicou por sua vez à Lusa que registou uma inundação numa habitação situada naquela cidade alentejana, mas que os bombeiros não chegaram a deslocar-se ao local.

PUB

No IP8 (itinerário principal), entre Beja e a aldeia de Neves, há registo da formação de um lençol de água, estando já no local as autoridades.

Na sexta-feira, o Instituto de Meteorologia colocou os distritos de Setúbal, Beja e Faro sob aviso laranja, o segundo mais grave, durante 24 horas, devido ao mau tempo no sul do país.

O aviso laranja (situação meteorológica de risco moderado a elevado) foi determinado devido à previsão de períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de rajadas e trovoadas.

O temporal que assolou, na sexta-feira, a zona do Algarve fez 13 feridos, três deles graves, e 12 desalojados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG