Exclusivo

Espera de seis horas por ambulância foi fatal para homem de Castro Marim

Espera de seis horas por ambulância foi fatal para homem de Castro Marim

Família de Castro Marim solicitou transporte depois do pedido do médico do centro de saúde ter falhado.

Um homem, de 60 anos, morreu seis horas depois de ter dado entrada no Serviço de Urgência Básica (SUB) de Vila Real de Santo António, no Algarve, enquanto esperava pela transferência para o hospital. A família acabou por chamar uma ambulância, mas quando o INEM chegou já era tarde demais. José Pedro Gomes entrou em paragem cardiorrespiratória e não resistiu.

Os familiares apresentaram queixa no Ministério Público e no Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) está a averiguar o caso internamente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG