Acidente

Draga vira na barra da Armona e trabalhadores caem à água

Draga vira na barra da Armona e trabalhadores caem à água

Uma draga com 80 metros que realizava trabalhos na barra da Armona, em Olhão, virou esta manhã, atirando quatro trabalhadores para a água. A embarcação tem pequenas fugas de combustível.

Segundo revela a Autoridade Marítima Nacional, os quatro homens foram recolhidos por um táxi-marítimo que estava na área para a mudança de turno dos trabalhadores, sendo que as vítimas apresentavam sinais de hipotermia. Três feridos que deram entrada no Hospital de Faro encontram-se orientados, conscientes e a realizar exames complementares de diagnóstico.

Segundo o que JN conseguiu apurar no local, após a rendição de trabalhadores, os homens que tinham acabado o turno seguiam para terra, quando se aperceberam de que a draga se tinha voltado.

A draga estava ao serviço da empresa "Sofareias" e trabalhava numa operação de reposição de areias, na barra do Lavajo (barra da Armona).

"Neste momento o Capitão do Porto de Olhão e um engenheiro da Autoridade Marítima estão a analisar a situação em termos de segurança. Sabe-se que o navio tem 12.000 litros de gasóleo, no entanto a possibilidade de risco ambiental está posta de lado", escreve a Autoridade Marítima em comunicado.

De acordo com o Capitão do Porto de Olhão, Nunes Ferreira, "existem pequenas fugas de combustível, embora as condições do tempo minimizem o risco, provocando a sua evaporação".

PUB

"A intensão é retirar ainda hoje o combustível da embarcação, estando o caso a ser avaliado pelas autoridades marítimas e pela empresa proprietária da draga, empresa que tem 48 horas para resolver a situação", sublinhou Nunes Ferreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG