Covid-19

Desativado hospital no Arena de Portimão

Desativado hospital no Arena de Portimão

O CHUA Arena, em Portimão, hospital de retaguarda para doentes infetados com covid-19, vai ser desativado esta segunda-feira. Os últimos seis doentes já foram transferidos. A medida é justificada pela diminuição do número de internamentos.

Segundo a presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA), a estrutura "foi ativada quando a capacidade no CHUA atingiu os 80%. Neste momento, e há já vários dias, estamos em sentido contrário, pelo que não faz sentido mantê-la aberta", refere Ana Castro. Os seis doentes agora transferidos para outros hospitais "têm todos critérios de cura e aguardam o resultado dos testes para poderem regressar aos lares e residências com apoio domiciliário", refere Ana Castro.

Mesmo sem doentes, "a estrutura vai continuar montada e poderá ser reativada em 24 horas, em caso de necessidade", acrescenta. Quanto aos profissionais, regressam aos hospitais que integram o CHUA "com sentido de dever cumprido e de trabalho bem feito".

"O sentimento da equipa toda, que não se conhecia, é que conseguimos fazer um bom trabalho. Acudimos à região, sem nunca esgotar a capacidade de resposta, e também [acudimos] a fora da região". Do total de 170 doentes que o CHUA Arena recebeu, recuperaram 148, com idade média acima dos 80 anos. "São resultados que nos deixam muito orgulhosos e que mostram que foi uma boa aposta", acrescenta a responsável.

Instalado no pavilhão Portimão Arena para servir de retaguarda, o CHUA Arena recebeu os primeiros doentes a 10 de janeiro. No espaço de pouco mais de um mês acolheu 170 infetados, a maioria (105) de outras regiões do país, sobretudo de Lisboa e Vale do Tejo, e 65 do Algarve. Registou 148 recuperações e 22 óbitos.

Com capacidade para 100 camas, três enfermarias e uma unidade de doentes graves e críticos, a estrutura estava incluída na fase 4 do Plano de Contingência do CHUA, que integra os hospitais de Faro, Portimão e Lagos, e foi pensada para aliviar a pressão nas unidades públicas de saúde. Foi ativada em janeiro, no espaço de 24 horas, num trabalho conjunto entre o CHUA, a Câmara Municipal de Portimão e a Autoridade de Proteção Civil, com o apoio da Administração Regional de Saúde do Algarve.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG