Portimão

Morreu a tentar apagar as chamas no seu restaurante

Morreu a tentar apagar as chamas no seu restaurante

Um homem, de 54 anos, morreu, na noite de quarta-feira, na sequência de um incêndio no restaurante de que era proprietário, na praia dos Três Castelo, em Portimão. A vítima tentava apagar as chamas e foi retirada inanimada do interior.

O alerta foi dado às 22.30 horas. Quando os bombeiros chegaram, o homem já estava fora do estabelecimento. Terá sido retirado por uma testemunha, que se apercebeu da tentativa da vítima em apagar as chamas.

Segundo o comandante do Porto de Portimão, Rodrigo Paços Gonzalez, "foi retirado do interior do estabelecimento inanimado e em paragem cardiorespiratória". No areal "foram realizadas manobras com o apoio da VMER, sem sucesso". O óbito foi declarado ainda no local e o corpo transportado para o Gabinete Médico-Legal de Portimão.

O incêndio foi combatido pelos Bombeiros Voluntários de Portimão. No local estiveram também a Polícia Marítima e, mais tarde, a Polícia Judiciária que irá investigar a origem das chamas. O JN apurou que não foram encontrados indícios de mão criminosa.

O interior do restaurante sofreu danos elevados.

Outras Notícias