Silves

Cerca de 200 pessoas ainda sem eletricidade no Algarve após temporal

Cerca de 200 pessoas ainda sem eletricidade no Algarve após temporal

Cerca de 200 pessoas continuam, este sábado, sem eletricidade e perto de 100 operacionais e 23 veículos mantêm-se no terreno a remover destroços do mau tempo que na sexta-feira assolou Lagoa e Silves, segundo a Proteção Civil.

"Do número total de 4.600 pessoas que ontem [sexta-feira] à noite ainda não tinham eletricidade, apenas 200 continuam hoje [sábado] ainda sem abastecimento elétrico", disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro (CDOS), frisando que "não há vias cortadas".

Na sexta-feira, fonte da EDP disse que estavam a ser realizados todos os esforços para a reposição da energia elétrica nas áreas afetadas ser feita o mais rápido possível, tendo a empresa reforçado os meios no Algarve.

A mesma fonte acrescentou que "ainda estão no terreno 100 operacionais, que realizam o corte e a remoção de destroços nas áreas afetadas", onde ainda "há algum trabalho a realizar".

"O resto da noite foi tranquilo e não houve nenhuma situação problemática", acrescentou.

O vento forte que na sexta-feira se fez sentir em Lagoa e Silves provocou 13 feridos, três dos quais em estado grave, 12 desalojados e deixou 4.600 pessoas sem eletricidade.

Várias casas foram danificadas, assim como carros e autocaravanas que foram virados pela força do vento.

PUB

A Proteção Civil colocou os distritos de Faro, Beja, Évora e Setúbal em alerta Laranja.

Este sábado, pelas 12.30 horas, o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, visita as áreas afetadas em Lagoa e Silves.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG