O Jogo ao Vivo

Madeira

Paulo Cafôfo promete resolver problemas graves de habitação até 2026

Paulo Cafôfo promete resolver problemas graves de habitação até 2026

A resolução dos problemas graves da habitação na Madeira até 2026, ano em que se assinala o meio século da autonomia, foi o compromisso assumido pelo cabeça de lista do PS às eleições regionais de 22 de setembro.

"A Madeira tem muitos e graves problemas da habitação e nós queremos que, até 2026, ano em que se irá comemorar os 50 anos da autonomia, possamos ter os graves problemas resolvidos", disse Paulo Cafôfo numa iniciativa de campanha eleitoral, na qual percorreu o bairro da Nazaré, o maior aglomerado populacional social da região, no concelho do Funchal.

Salientando que a candidatura tem "privilegiado o contacto direto com as pessoas" nesta campanha para "falar daquilo que é preciso resolver", o socialista destacou que uma das prioridades é a "resolução dos problemas da habitação".

Paulo Cafôfo propõe como medidas a aposta na construção de novos fogos, "construção de raiz" mesmo para os mais desfavorecidos, programas de apoio ao arrendamento e aquisição de primeira habitação, e ajudas para a reabilitação de casas degradadas.

"Esse desígnio da habitação é algo que queremos cumprir nos 50 anos da autonomia, porque a autonomia serve precisamente para isto", sublinhou.

O candidato sustentou ser necessário "resolver problemas com os instrumentos" disponíveis, considerando que é preciso efetuar um levantamento rigoroso dos números das carências habitacionais em toda a região, um trabalho semelhante ao já realizado pela Câmara do Funchal.

"Mas há um compromisso que estabeleço, que é o de resolver estes problemas", insistiu, argumentando que "quem governa tem de saber gerir os orçamentos, estabelecendo prioridades".

O cabeça de lista do PS às regionais salientou ainda que a aposta na proximidade com as pessoas na campanha visa "levar uma mensagem de esperança", até porque o partido "é o único que pode garantir uma mudança de políticas".

"Porque precisamos de um virar de página e isso só se faz com novas políticas e outras caras", vincou.

As eleições regionais legislativas da Madeira, onde os sociais-democratas governam com maioria absoluta e o PS tem cinco deputados, decorrem em 22 de setembro, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional: PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR.

Entre beijos, apertos de mão e abraços, o candidato foi percorrendo as ruas do bairro, entrando nos estabelecimentos comerciais, distribuindo propaganda eleitoral e apelando ao voto no PS, com uma boa receção, embora por vezes envergonhada das pessoas devido, sobretudo, à presença de jornalistas.