Acidente

Força Aérea tem três aviões prontos a descolar para apoio na Madeira

Força Aérea tem três aviões prontos a descolar para apoio na Madeira

A Força Aérea Portuguesa tem três aeronaves prontas a descolar para a Madeira, caso sejam ativadas, na sequência do acidente com um autocarro que causou 29 mortos e 27 feridos na Madeira.

"Neste momento ainda não foram empenhados, mas temos dois aviões Falcon e o avião C 295 prontos a serem empenhados, casos sejam ativados pelas entidades responsáveis. Estão prontos a descolar", disse fonte oficial da Força Aérea, cerca das 21.50 horas.

Vinte e nove pessoas morreram e 27 ficaram feridas, esta quarta-feira, na sequência de um acidente com um autocarro que transportava turistas no Caniço, Madeira. O sinistro ocorreu cerca das 18.30 horas na zona do Caniço, na curva junto ao entroncamento da Estrada da Ponta da Oliveira com a Rua Alberto Teixeira (antiga variante).

O balanço inicial era de 28 vítimas mortais e 28 feridos mas foi atualizado, respetivamente para 29 e 27, depois de uma mulher ter sucumbido aos ferimentos, esta noite, nos cuidados intensivos do Hospital do Funchal. Das pessoas que morreram, todas estrangeiras, 11 eram homens e 18 eram mulheres. Nenhuma criança esteve envolvida no acidente.

Entre os 27 feridos, contam-se dois portugueses, que se encontram no bloco operatório da unidade hospitalar, e cuja identidade não foi revelada. Serão o guia e o condutor do autocarro acidentado.