Santana

Explosão destrói restaurante na Madeira e faz cinco feridos

Explosão destrói restaurante na Madeira e faz cinco feridos

Uma explosão destruiu, esta segunda-feira, um restaurante no concelho de Santana, no norte da Madeira, provocando cinco feridos ligeiros, seis desalojados e danos materiais nas casas laterais e duas viaturas.

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Santana adiantou à agência Lusa que os donos não estavam no momento no imóvel. No andar superior do estabelecimento estavam ainda a descansar a filha, o genro e duas crianças.

"Apenas um rapaz foi transportado ao hospital do Funchal, porque se queixava de ferimentos numa perna", acrescentou José António Freitas, mencionando que uma pessoa que estava a transportar para o local a funcionária que iria abrir o restaurante também foi atingida por alguns estilhaços, mas "sem gravidade, na cabeça".

"Os desalojados são o casal proprietário do restaurante, a filha, o genro e duas crianças", mencionou Dinarte Fernandes, autarca de Santana, à agência Lusa.

Inicialmente, as autoridades deram conta de que havia cinco desalojados, um número agora atualizado pelo autarca.

Dinarte Fernandes realçou que as autoridades, incluindo os técnicos do Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC) da Madeira, "estão a fazer o rescaldo e a tentar fazer a avaliação das estruturas das casas nas imediações, a ver se estão em perigo devido ao impacto da explosão".

PUB

O chefe do executivo municipal acrescentou que "tudo indica não haver problemas" e informou que "só na quarta-feira é que o LREC terá um relatório mais completo da situação".

O restaurante Bargado´s, aberto desde 1997, foi remodelado há cerca de um ano e meio e funciona com oito empregados.

Quando ocorreu a explosão que destruiu completamente o estabelecimento e a habitação dos proprietários, no mesmo imóvel, o espaço ainda estava encerrado.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários de Santana, José António Freitas, aquando da explosão, estavam "ainda a descansar no primeiro andar a filha, o genro e um bebé", que, sublinhou, "por sorte, escaparam quase ilesos".

O casal de proprietários estava ausente da habitação. A mulher tinha passado a noite na casa da sua mãe juntamente com a outra neta.

O responsável da corporação mencionou que apenas um homem foi transportado ao hospital com ferimentos ligeiros e um outro, que tinha transportado a empregada que iria abrir o restaurante, foi atingido por estilhaços "sem gravidade".

Duas viaturas também foram afetadas pela explosão, cuja origem ainda não está determinada. O incidente provocou danos também nas casas laterais ao imóvel do restaurante.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG