Premium

Vilar Formoso teme desaparecer do mapa

Vilar Formoso teme desaparecer do mapa

Ligação da A25 à A62 desvia trânsito do centro da vila fronteiriça. Comércio, "ferido" com a abolição das fronteiras em 1992, teme o pior.

O troço de 3,5 quilómetros da A25 que o Governo português se comprometeu a fazer para completar a rede transeuropeia desde Aveiro até ao nó da A62 em Espanha está longe de agradar às populações dos dois lados da antiga linha de fronteira, Vilar Formoso e Fuentes de Oñoro.

Depois de vários anos a discutir traçados, prevaleceu a decisão de construir uma ligação rodoviária que passa ao lado das duas povoações raianas, desviando o trânsito da antiga alfândega, cruzada anualmente por milhares de emigrantes e turistas. Já no ano passado, a população de Vilar Formoso recebeu o primeiro-ministro vestida de preto, em sinal de luto, e, o sentimento mantém-se. Especialmente agora que, depois de várias promessas e atrasos (ver caixa) começam a chegar as máquinas para o arranque da empreitada de 13,2 milhões de euros.