O Jogo ao Vivo

Celorico de Beira

Dois homens morrem atropelados por ambulância quando estavam em esplanada

Dois homens morrem atropelados por ambulância quando estavam em esplanada

Dois homens morreram e quatro pessoas ficaram feridas, esta sexta-feira, na sequência de uma colisão entre um automóvel e uma ambulância, seguida do despiste da segunda viatura para a esplanada de um café, em Celorico da Beira.

Rui Fino, de 37 anos, e Fernando Xibaita, com cerca de 70, perderam a vida esta tarde num aparatoso acidente que ocorreu na aldeia de Carrapichana, concelho de Celorico da Beira, que provocou ferimentos em mais quatro pessoas. O óbito da vítima mais nova foi declarado logo no local do acidente e o idoso acabaria por morrer ao início da noite no Hospital Distrital da Guarda, para onde foi transportado com ferimentos muito graves.

PUB

Rui, natural e residente na povoação de Mogadouro, na vizinhança da localidade onde aconteceu a tragédia, trabalhava numa empresa de limpeza de florestas com sede na Plataforma Logística de Iniciativa Empresarial (PLIE) da Guarda. Deixa uma filha menor e a mulher, grávida de cinco meses. Fernando era pastor e morreu na aldeia onde nasceu e sempre viveu.

Ambos estavam num café à beira da estrada nacional, quando uma ambulância dos Bombeiros de Gouveia embateu noutra viatura, ao que tudo indica durante uma ultrapassagem mal medida, despistando-se contra a esplanada do estabelecimento. Além das duas vítimas que foram atropeladas mortalmente, havia mais pessoas no local, mas conseguiram fugir ilesas.

Para o hospital seguiram a condutora da ambulância, que ficou em estado de choque, o doente que transportava para o Hospital da Guarda e os ocupantes da outra viatura, todos com ferimentos ligeiros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG