Guarda

Sodecia abre 100 vagas de emprego

Sodecia abre 100 vagas de emprego

A poucas semanas do fecho da Delphi, a Câmara da Guarda anunciou, ontem, que a Sodecia, uma empresa de componentes para automóveis a laborar na cidade, vai ampliar as suas instalações e criar cerca de cem novos postos de trabalho.

O investimento foi revelado durante a reunião do Executivo, uma vez que a fábrica do grupo industrial português, sediado na Maia, requereu a isenção do pagamento das taxas devidas nas obras de adaptação de um pavilhão contíguo à unidade situada no parque industrial da Guarda.

O pedido foi concedido com o argumento de que "é necessário apoiar projectos industriais mais pequenos, mas que dão garantias de futuro e resposta ao mercado de trabalho local", disse Joaquim Valente. O presidente do município considerou que o projecto "é uma boa notícia para a cidade", tanto mais que vai permitir quase duplicar o número actual de trabalhadores (120 pessoas). Isto numa altura em que a multinacional de cablagens Delphi se prepara para fechar portas e lançar para o desemprego mais 318 operários.

"Cabe à Sodecia escolher os trabalhadores, mas é um facto que os da Delphi têm a experiência e  conhecimento necessários para desenvolver aquela linha de produção", acrescentou o autarca. A fábrica vai produzir componentes para a Mitsubishi Fuso, numa encomenda transferida pela marca na Alemanha para a Guarda.
O Executivo congratulou-se com a novidade e sublinhou o "lado positivo" da notícia, "num momento de crise e de alguma descrença no concelho", acrescentou Joaquim Valente, que disse desconhecer quando se iniciará a nova produção.

A Sodecia está no parque industrial guardense desde 2001, onde desenvolve e fabrica pequenos e médios componentes estampados, sub-conjuntos genéricos, conjuntos soldados, estruturas métalicas de assentos, pedaleiras e travões de mão, entre outros. Na altura, resultou da fusão entre a Indústria de Acessórios e Componentes Metálicos e a Sociedade Industrial de Metalurgia da Guarda, empresa constituída em 1988 para o sector de estruturas e bancos para automóvel. Actualmente produz para a Renault, Visteon, Volkswagen, PWO, Mitsubishi, Ford e Isringhausen, principalmente no mercado da Península Ibérica, França e Alemanha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG