O Jogo ao Vivo

Covid-19

Vacinação de idosos com mais de 80 anos adiada para sábado no Sabugal

Vacinação de idosos com mais de 80 anos adiada para sábado no Sabugal

Sabugal, no distrito da Guarda, Fundão e Proença-a-Nova no distrito de Castelo Branco, estão entre os 8 concelhos piloto da Região Centro que vão vacinar as primeiras 1500 pessoas com idade igual ou superior a 80 anos, não institucionalizadas. Era suposto que em todos os concelhos indicados a vacinação arrancasse esta sexta-feira dia 12 de fevereiro, mas no Sabugal a operação foi adiada para sábado. A alteração da data está relacionada com o atraso na sinalização das 192 pessoas que serão vacinadas no primeiro dia.

"Até ao momento só sabemos que a vacinação vai decorrer num pavilhão do parque industrial emprestado para o efeito", disse ao JN o presidente da Câmara do Sabugal. "Desconhecemos a listagem e nem sabemos se haverá necessidade ou não de assegurar o transporte dos idosos desde a respetiva residência", evidenciou António Robalo.

"Pedi aos presidentes de junta para estarem atentos a quem entretanto possa receber a notificação para tomar a vacina e garantir que ninguém deixe de ser vacinado por falta de transporte", referiu ainda o autarca. O município foi informado pelas autoridades de saúde que foram sinalizadas cerca de duas mil pessoas no concelho e que as vacinas serão ministradas durante dez dias à razão de 200 por dia.

"Mas, descontando o sábado, também não sabemos mais nenhum dia do calendário para prosseguir a vacinação", queixou-se António Robalo. Em toda a região Centro há 150 mil idosos com 80 ou mais anos, residentes fora dos lares que, querendo, vão ser vacinados contra o novo coronavírus.

Fundão vacina 300 pessoas

O pavilhão Multiusos onde funciona o centro de negócios do Fundão está preparado para vacinar as primeiras 300 pessoas na sexta-feira a partir das 14 horas e no sábado durante todo o dia. O presidente Paulo Fernandes confirmou ao JN que as autoridades de saúde já contabilizaram cerca de 700 pessoas no grupo dos idosos com idade igual ou maior de 80 anos.

"Os restantes estão em lares e já foram quase todos vacinados", disse o autarca. O município tem dois autocarros preparados para fazer as distâncias maiores e mais 18 viaturas de prevenção. "De resto contamos que seja a própria família a garantir o transporte o que evidentemente ajuda muito", referiu o presidente da Câmara preocupado com a escassez dos transportes públicos.

PUB

"A escolha da saúde foi aleatória e o problema para nós agravou-se, porque com escolas fechadas, a oferta de autocarros é ainda menor", referiu. De resto, Paulo Fernandes também desconhece quais são os outros dias de vacinação no concelho. "A única certeza é que temos pessoas em 60 localidades distribuídas por 700 metros quadrados", precisou.

Casos ativos em queda

O último relatório epidemiológico, com data desta quinta-feira, indica que a área de influência da Unidade local de Saúde (ULS) da Guarda regista 2963 casos ativos. Há seis dias, no dia 6 de fevereiro, havia 3076 infetados com covid-19, ou seja, mais 113 doentes do que no momento atual.

No Hospital distrital estão 114 pessoas internadas, 16 das quais em cuidados intensivos - seis camas do limite da capacidade em enfermaria e quatro em UCI. A unidade de Saúde Pública mantém 4060 pessoas em vigilância.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG