Covid-19

Subiu para três o número de mortos no lar de Vila Nova de Foz Côa

Subiu para três o número de mortos no lar de Vila Nova de Foz Côa

A Unidade de Saúde Pública (USP) da Guarda anunciou, esta terça-feira, que subiu para três o número de mortos provocados pela Covid-19 no Lar Senhora da Veiga, em Foz Côa, uma estrutura que contabiliza 47 utentes infetados.

O provedor da misericórdia, António Morgado, havia avançado que 17 dos cerca de 30 funcionários do lar também deu positivo para o vírus, sendo que um é profissional de enfermagem.

Esta terça-feira, foram realizados mais 31 testes de despistagem, ainda sem resultados conhecidos, indicou o mesmo organismo.

O provedor da misericórdia avançou que o Lar Senhora da Veiga já foi sujeito a desinfestação efetuada "por uma equipa especializada".

Os responsáveis pelo lar, em articulação com o município, já haviam procedido à transferência para o Centro de Gestão Agrícola de Foz Côa de 11 utentes, que deram "negativo" para a Covid-19, para aí serem acompanhados.

Na segunda-feira chegaram à Misericórdia de Foz Côa 11 estudantes de medicina e enfermagem que foram divididos por equipas e que estão a prestar cuidados aos utentes "dada a escassez de pessoal auxiliar".

O Lar de Idosos da Misericórdia de Vila Nova de Foz Côa, no distrito da Guarda, encontra-se em regime de isolamento.

O primeiro foco de infeção foi registado na quarta-feira.