Acidente

Dois feridos em explosão de pedreira em Alcobaça

Dois feridos em explosão de pedreira em Alcobaça

Uma explosão numa pedreira da empresa Pragosa, localizada em Moleanos, no concelho de Alcobaça, provocou esta tarde dois feridos. Um deles foi transportado de helicóptero para os Hospitais da Universidade de Coimbra, com queimaduras em várias zonas do corpo, mas "não corre risco de vida".

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça (BVA), Leandro Domingos, revelou ao JN que o ferido, de 40 anos, evacuado para Coimbra apresentava "queimaduras na face, nos membros superiores, no peito e também nos membros inferiores, embora menos graves".

Leandro Domingos disse ainda que o funcionário da pedreira estava "consciente" e foi assistido, numa primeira fase, pelos bombeiros e pela equipa de Suporte Imediato de Vida, que chegaram ao mesmo tempo ao local. "Depois, foi acionada viatura médica de Caldas da Rainha."

O acidente provocou ainda "pequenas queimaduras" a outro funcionário, de 23 anos, que foi transportado para o Hospital de Santo André, em Leiria. Apesar de a GNR estar a apurar as causas da explosão, o comandante dos BVA acredita que terá sido causada pelo uso de pólvora.

O alerta foi dado às 15.30 horas e deslocaram-se para o local 18 elementos, apoiados por quatro viaturas dos BVA, duas do INEM, uma da GNR e um helicóptero, para assegurar o "transporte mais estável da vítima".

A pedreira Cabeço da Vagem tem uma capacidade de extração de 60 mil metros quadrados de calcário e é aplicada na construção, o principal negócio do Grupo Pragosa, fundado em 1974.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG