Covid-19

Presidente da Câmara da Nazaré testa positivo e cumpre confinamento

Presidente da Câmara da Nazaré testa positivo e cumpre confinamento

O presidente da Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, testou positivo à covid-19 e vai manter-se em confinamento por indicação das autoridades de saúde, divulgou esta quarta-feira o autarca.

Walter Chicharro conheceu ao final da tarde de terça-feira o "resultado positivo" do teste efetuado "por iniciativa própria", após ter manifestado, no dia anterior "alguns sintomas gripais", explicou o presidente à agência Lusa.

O autarca participou, na passada quinta-feira, numa reunião "em que estiveram várias pessoas, entre as quais se vieram a confirmar dois casos positivos", disse.

PUB

Walter Chicharro é, para já, o único caso de infeção confirmado na Câmara da Nazaré, onde, "em virtude da agenda programada", terá estado, nos últimos dias, "em contacto direto com poucas pessoas e sempre cumprindo as regras de distanciamento e uso de máscara".

Na rede social Facebook, Walter Chicharro informou estar "confinado em casa, com os sintomas de uma gripe ligeira" e a "coordenar, à distância, os trabalhos de preparação do Plano e Orçamento do município para 2021".

A mulher e a filha do autarca efetuaram já testes ao novo coronavírus, ambas com resultado negativo. Já o filho do casal só deverá ser testado na quinta-feira.

De acordo com o boletim de situação epidemiológica na região Oeste, divulgado pela Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim), o concelho da Nazaré regista esta quarta-feira oito casos ativos, de um total de 31 confirmados desde o início da pandemia, dos quais 21 recuperaram e dois morreram.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e sete mil mortos e mais de 38,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2117 pessoas dos 91.193 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG