Lixo

"Monstros domésticos" crescem 40% em Óbidos

"Monstros domésticos" crescem 40% em Óbidos

A Câmara de Óbidos está a sensibilizar os munícipes para depositarem os "monstros" domésticos, junto aos contentores mais próximos de casa, apenas às quintas-feiras de manhã. Pelo que o JN apurou, durante o mês de março, estes resíduos aumentaram 40%, valor equiparado apenas a agosto.

"Pelo facto de as pessoas estarem em casa, houve uma tendência maior para se fazerem as limpezas anuais, estando-se a depositar todos os tipos de resíduos nos contentores, sem que se encontrem devidamente acondicionados", informa a Autarquia em comunicado. Além disso, tem havido mais solicitações para a recolha de "monstros" domésticos ao domicílio.

Face à pandemia do Covid-19, o Município explica que não vai recolher do interior de casa dos munícipes eletrodomésticos ou móveis de que se pretendem desfazer. Em alternativa, os cidadãos devem continuar a ligar para a Hidurbe, empresa que faz a recolha dos resíduos sólidos urbanos no concelho.

Após esse contacto, os munícipes devem depositar os resíduos, às quintas-feiras de manhã, junto ao contentor mais próximo de casa. "A Hidurbe comunica à respetiva Junta de Freguesia quais os locais onde houve deposição de "monstros", para que possam proceder à desinfeção do resíduo e do local de deposição." Da parte da tarde, serão recolhidos pela empresa.

O Município de Óbidos recomenda ainda que os cidadãos coloquem os resíduos em sacos de lixo resistentes e descartáveis, e que não ultrapassem dois terços da sua capacidade. Os sacos devem ser fechados e colocados dentro de um segundo saco, também fechado. Alerta ainda para que o lixo seja colocado dentro do contentor, e não no chão. "Para além disso, as máscaras, luvas e lenços devem ser sempre colocados no contentor do lixo comum", sublinha.