arribas

Câmara de Peniche exige antecipação da consolidação da arriba

Câmara de Peniche exige antecipação da consolidação da arriba

A câmara de Peniche afirmou esta terça-feira que vai exigir ao governo a antecipação da consolidação da arriba de S.Bernardino, onde na segunda-feira uma derrocada causou seis feridos.

O presidente da câmara, António José Correia, reagia às declarações do presidente do Instituto da Água (INAG), Orlando Borges, que depois de ter admitido a possibilidade de antecipar a intervenção, disse esta terça-feira à Lusa que "a avaliação técnica realizada não determinou a necessidade de antecipar a consolidação da arriba".

"Discordo em absoluto da posição do presidente do INAG e começo a não reconhecer legitimidade a esta equipa para resolver um problema que já conhece desde 2007 e não consegue fazer com que a obra se concretize", disse à Lusa António José Correia.

"Se este facto não é suficiente para o INAG considerar a intervenção prioritária, o que será preciso acontecer?", questionou o autarca que visa exigir do governo que "todo o calendário de intervenções no concelho seja antecipado".

O plano "Litoral 2007-2013" prevê que a consolidação da falésia de S. Bernardino custe 1,6 milhões de euros, englobando o desmonte de alguns blocos de pedra que estão mais instáveis e em risco de ruir, pregagens, colocação de redes de sustentação e drenagem de águas.

A praia da Consolação será outra intervenção a realizar no concelho, cujo presidente pediu agora "ao actual governo que tenha uma atitude diferente da do anterior executivo, que tenha em conta o que aconteceu e que valorize a vida das pessoas".

A garantia dada esta terça-feira por Orlando Borges de que "vai ser feito o reforço do perímetro de protecção" e "retiradas algumas pedras que estão a obstruir a ribeira" não foi suficiente para António José Correia, que exigiu "uma intervenção imediata".

PUB

Esta intervenção deve, além de "acautelar a segurança das pessoas", pôr fim "aos prejuízos que esta situação está a causar na praia que tem boa qualidade de água, mas não pode ter Bandeira Azul devido ao risco de queda das arribas".

A necessidade de intervenção na praia de S. Bernardino está identificada desde 2007 e, segundo a informação prestada pelo INAG à autarquia, já em Agosto de 2009 dispunha de projecto de execução, estando em curso "a preparação do programa de procedimentos e do caderno de encargos para lançamento do concurso público da empreitada", divulgou a câmara de Peniche em nota de imprensa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG