Peniche

Família realojada em Peniche devido a inundações

Família realojada em Peniche devido a inundações

Uma família de Peniche, com três crianças, vai ser realojada, depois de a sua casa ter ficado inundada com a chuva forte que caiu esta quarta-feira à noite, disse a vereadora da Ação Social da Câmara Municipal local.

O casal e os três filhos menores vão pernoitar em casa de familiares, afirmou Clara Abrantes, que adiantou que "a casa ficou com mais de um metro de água e com mobília danificada".

A autarca explicou que se trata de uma casa arrendada, a necessitar de obras pelo senhorio, onde já houve inundações no ano passado.

O comandante da Proteção Civil Municipal, José António Rodrigues, explicou que, apesar de a água ter sido retirada da habitação pelos bombeiros, esta "não está em condições devido ao grau de humidade".

A Proteção Civil Municipal alertou a população para a previsão de chuvas fortes durante a madrugada, por volta das 06:00.

Os bombeiros estão na rua com 29 homens e seis veículos a resolver as 20 ocorrências registadas esta noite em Peniche, a maioria das quais inundações em garagens, habitações e ruas.

A água entrou também no hipermercado Pingo Doce, cujo teto falso ficou em risco de desabar.

De acordo com a proteção civil, destruiu todo o stock de alimentos e outros produtos que se encontravam nas prateleiras da superfície comercial e funcionários e clientes tiveram de sair do interior do espaço.

O hipermercado, que deveria funcionar até às 21:00 horas, foi encerrado cerca de uma hora antes.

Três ruas ficaram também inundadas e foram cortadas ao trânsito, mas a circulação rodoviária já foi retomada.

Para resolver as ocorrências registadas, estão 29 bombeiros e seis veículos.