O Jogo ao Vivo

Arqueologia

Descoberto em Pombal um dos maiores dinossauros da Europa

Descoberto em Pombal um dos maiores dinossauros da Europa

Parte do esqueleto fossilizado de um dinossáurio saurópode foi extraído, durante uma escavação na jazida paleontológica de Monte Agudo, em Pombal, no início de agosto, informa o site da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Os investigadores acreditam estar na presença de um dos maiores indivíduos de saurópodes até hoje descobertos no Jurássico Superior europeu.

"Os restos fósseis de Monte Agudo estão bem preservados, mantendo, inclusivamente, a posição anatómica original que teriam no animal em vida", explica a nota. "Este modo de preservação é relativamente invulgar no registo fóssil de dinossáurios (em particular de saurópodes) do Jurássico Superior português."

Outra das peculiaridades destacadas pelos investigadores relaciona-se com a grande dimensão dos elementos esqueléticos. "As características de preservação dos fósseis e a sua disposição indicam a possível presença de outras partes do esqueleto deste indivíduo, hipótese que será testada em futuras campanhas de escavação na jazida", anunciam.

PUB

Os dinossáurios saurópodes são herbívoros, quadrúpedes e caracterizados por terem pescoços e caudas compridas, explica a mesma nota. Segundo a Universidade de Lisboa, a jazida está localizada na região de Pombal, em rochas sedimentares do Jurássico Superior, com cerca de 150 a 145 milhões de anos.

Os trabalhos foram realizados, entre os dias 1 e 10 de agosto, por equipa de paleontólogos portugueses e espanhóis do Instituto Dom Luiz das Ciências ULisboa, do Grupo de Biología Evolutiva da UNED-Madrid e da Facultad de Bellas Artes da Universidad Complutense de Madrid.

Primeiras escavações em 2017

Os primeiros trabalhos de investigação nesta jazida tiveram início em março de 2017, após o proprietário do terreno ter observado a presença de diversos fragmentos de ossos fossilizados, quando procedia à realização de obras de construção.

"Até ao momento, foi recolhido na jazida de Monte Agudo um importante conjunto de elementos do esqueleto axial, que inclui vértebras e costelas de um possível dinossáurio saurópode braquiossaurídeo", revela a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

A nota informativa acrescenta ainda que "os estudos conduzidos na jazida de Monte Agudo sublinham a importância do registo fóssil de vertebrados da região de Pombal que, nas últimas décadas, tem proporcionado a descoberta de diversas jazidas (ex.: Andrés e Junqueira) muito significativas para o estudo das faunas continentais do Jurássico Superior de Portugal".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG