Exclusivo

Nove toneladas de pneus estiveram meses no parque natural

Nove toneladas de pneus estiveram meses no parque natural

Ação de limpeza em Mira de Aire, no concelho de Porto de Mós, recolheu depósito clandestino. Não há suspeitos.

Há meses que um depósito de pneus ameaçava uma zona de floresta em Mira de Aire, em Porto de Mós, em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros. A situação foi detetada no final do ano passado, mas só agora, com o flagelo dos fogos a assolar o país, se procedeu à retirada dos resíduos, com uma ação de limpeza promovida pela Junta, apoiada por voluntários. Da intervenção, resultou a remoção de 9,4 toneladas de pneus, encaminhados para uma empresa de reciclagem.

Alcides Oliveira, presidente da Junta de Mira de Aire, conta que o depósito foi descoberto "há uns meses", nas imediações de um caminho florestal, melhorado pela Câmara de Porto de Mós, no âmbito da criação de faixas de gestão de combustível para a prevenção de incêndios. "Arranjou-se o caminho para, em caso de fogo, facilitar o acesso aos bombeiros, mas alguém aproveitou para fazer este atentado ao ambiente", lamenta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG