Exclusivo

Cavalos Sorraia em vias de extinção vão viver para Cascais

Cavalos Sorraia em vias de extinção vão viver para Cascais

Câmara quer proteger espécie e promover biodiversidade. Animais vão ajudar a prevenir incêndios.

Seis cavalos da espécie Sorraia em vias de extinção foram libertados ontem na Quinta do Pisão, no Parque Natural Sintra-Cascais. A Câmara de Cascais quer contribuir para a "manutenção da raça" e "promover a biodiversidade" nesta área de 380 hectares. Em Portugal existem apenas 100 animais desta espécie, em Elvas e em Campo Maior, no Alentejo, e 100 noutros países da Europa. "Este é o nosso contributo para evitar a extinção de uma raça nativa do nosso país", explicou ao JN a vereadora do Ambiente da Câmara de Cascais, Joana Pinto de Balsemão.

Os Sorraia, cinco éguas e um macho, juntaram-se, ontem, a 25 burros mirandeses, 150 ovelhas campaniças, cabras serranas, corços e cavalos garranos. A autarquia quer desta forma continuar a "preservar estas raças autóctones e regenerar os ecossistemas". "Estamos empenhados em termos espaços verdes que não são meramente passivos. Têm de ser potenciados", diz a vereadora. Os cavalos vão ajudar na "redução da vegetação, contribuindo para a diminuição do risco de incêndio" e "na promoção da biodiversidade".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG