Inundações

Aviso vermelho em Lisboa, temporal causa mais de 300 ocorrências

Paulo Lourenço com Sandra Alves e Sofia Cristino

Inundações em Lisboa, na rua de S. José, junto à avenida da Liberdade|

 foto DR

Inundações em Lisboa, na rua de S. José, junto à avenida da Liberdade|

 foto DR

Inundações em Lisboa, na rua de S. José, junto à avenida da Liberdade|

 foto DR

Desde cerca das 19 horas que a chuva forte se intensificou na zona da Grande Lisboa, acompanhada por trovoada. Aviso vermelho até às 2 horas. Mais de 300 ocorrências registadas.

Chuva forte, trovoada e ruas alagadas. É este o cenário, desde quarta-feira à noite, na zona da Grande Lisboa.

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Lisboa recomendou às pessoas a ficarem em casa e informou que a cidade está sob aviso vermelho até às 2 horas de quinta-feira, devido ao mau tempo.

Segundo apurou o JN, há inundações na rua de S. José e na rua das Pretas, junto à avenida da Liberdade,​​​​​ zonas que são frequentemente afetadas quando há chuva intensa.

Desta vez, o mau tempo coincidiu com a maré alta, potenciando a subida do nível das águas.

Numa situação semelhante em outubro, o presidente da Junta de Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, alertou para a "falta que o Plano Geral de Drenagem de Lisboa faz". As obras para capacitar a cidade contra o impacto das alterações climáticas, nomeadamente a redução dos problemas de cheias e inundações, vão começar em janeiro.

Também na zona do Campo Pequeno e no Centro Comercial Colombo, junto à Segunda Circular, o JN observou inundações na via pública e carros presos na estrada nos lençóis de água.

"Há muitos lençóis de água, os carros ficam presos na água e nós não conseguimos socorrer toda a gente", disse o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa, Tiago Lopes, à agência Lusa, apelando também aos lisboetas para não saírem de casa.

No mesmo sentido, a Câmara de Lisboa pediu à população para que "tome as maiores precauções face ao estado do tempo, nomeadamente, não saindo à rua, exceto para situações de emergência".

Num ponto de situação, feito cerca das 00.30 horas, o comandante nacional da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, André Fernandes, indicou que se registavam 379 ocorrências devido ao mau tempo no distrito de Lisboa. Os distritos de Setúbal, com 39 ocorrências, e Faro, com 10, também estão a ser afetados pela chuva forte.

O mau tempo faz-se sentir igualmente nas zonas de Sintra e Cascais.

Vídeos partilhados na página de Facebook Meteo Trás os Montes.

Relacionadas