Lisboa

Buscas por jovem desaparecido após explosão em Lisboa vão decorrer "noite dentro"

Buscas por jovem desaparecido após explosão em Lisboa vão decorrer "noite dentro"

Os trabalhos de busca pelo jovem desaparecido após a explosão, incêndio e derrocada de um prédio em Lisboa vão continuar "noite dentro", disse o vereador da Proteção Civil, admitindo que "é uma contagem contra o tempo" para encontrá-lo vivo.

"Continua a verificar-se que falta uma pessoa e, enquanto não a encontrarmos, não vamos sair daqui", afirmou o vereador da Proteção Civil da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Castro, num balanço aos jornalistas, pelas 20 horas.

Passadas 12 horas desde a explosão, incêndio e derrocada do prédio n.º 41 da rua de Santa Marta, na freguesia de Santo António, em Lisboa, Carlos Castro disse que "todas as intervenções obrigam a grande precaução".

"O que estamos a fazer é retirar os escombros e continuar agora a fazer um trabalho muito mais minucioso de continuar à procura, ver se está alguém no edificado ou não", indicou o vereador da Proteção Civil, acrescentando que a indicação é que o jovem desaparecido, um homem de 24 anos, "estava dentro do edifício".

Sobre a retirada de 47 pessoas dos edifícios contíguos, o autarca informou que, após duas vistorias feitas esta tarde, "há 34 que já podem regressar", inclusive as que estavam hospedadas num 'hostel', e as restantes 13 pessoas já encontraram, pelos próprios meios, onde vão pernoitar, ressalvando que "o serviço municipal de proteção civil continua a acompanhar essas pessoas".

O alerta para a explosão, seguida de incêndio, de um prédio de habitação na rua de Santa Marta, foi dado às 07:48, segundo os bombeiros.

PUB

A parte da frente do edifício ruiu e várias projeções atingiram o Hospital de Santa Marta, que reúne as condições de segurança e vai manter a atividade normal. A explosão atingiu também viaturas estacionadas naquela rua do centro de Lisboa, que se encontra cortada ao trânsito.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG