Lisboa

Esquadra de Carnide recebe ordem para encerrar

Esquadra de Carnide recebe ordem para encerrar

A esquadra da PSP de Carnide, em Lisboa, foi encerrada esta terça-feira na sequência de um relatório que apontou falta de condições de higiene e saneamento.

O presidente da junta de freguesia, Fábio Sousa (CDU), explicou à agência Lusa que a ordem de encerramento da esquadra foi determinada pelo Ministério da Administração Interna (MAI), depois de ter recebido um relatório da delegada de Saúde que apontava para problemas relacionados com questões de higiene e saneamento.

"Esta decisão para nós não é uma surpresa, pois tanto a junta de freguesia como a própria PSP já tinham transmitido ao Governo a falta de condições desta esquadra", apontou o autarca.

Fábio Sousa lembrou que já este ano a esquadra de Carnide teve de ser encerrada devido a uma praga de baratas.

"Para já, a única garantia que temos é que o efetivo policial será distribuído pelas restantes duas esquadras que temos na freguesia (Padre Cruz e Horta Nova) até que os problemas referidos no relatório estejam ultrapassados", sublinhou.

Numa resposta escrita enviada à Lusa, fonte da Direção Nacional da PSP confirmou que o encerramento da esquadra se deveu a um relatório que aponta para a falta de condições do edifício.

A mesma nota acrescenta que a esquadra se manterá encerrada "até à realização das obras necessárias".

"O policiamento da área da esquadra de Carnide continuará a ser garantido pela 3.ª Divisão do Comando Metropolitano de Lisboa e o atendimento ao público está assegurado no posto de atendimento do Centro Comercial Colombo, que se situa a cerca de 200 metros", entre as 8.30 e as 24 horas, conclui a nota.