Lisboa

Forcado colhido no Campo Pequeno ficou paraplégico

Forcado colhido no Campo Pequeno ficou paraplégico

O forcado do Aposento da Moita colhido na corrida de toiros de quinta-feira no Campo Pequeno, em Lisboa, sofreu lesões vertebrais irreversíveis e vai ficar paraplégico.

"A informação de que disponho é que as lesões vertebrais são irreversíveis e que vai ficar paraplégico, apesar de todos querermos acreditar num milagre. Está consciente no hospital de Santa Maria e sabe da situação", afirmou José Fernando Potier, presidente da associação.

Nuno Carvalho, de 26 anos, foi colhido quando tentava a pega do quinto toiro da corrida, da ganadaria de Infante da Câmara Herdeiros, tendo ficado inanimado na arena.

"Foi transportado ao hospital, tendo saído do Campo Pequeno já consciente. Na sexta-feira ainda foi alvo de uma intervenção cirúrgica, mas não teve a sorte com ele e os médicos verificaram que as lesões são irreversíveis", explicou.

José Fernando Potier referiu que este é um momento difícil para o Grupo do Aposento da Moita, para a família, mas em especial para Nuno Carvalho, que se estreou como forcado em 2005.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG