Eixo Central

CDS acusa Medina de recusar divulgar custo de inauguração de obra

CDS acusa Medina de recusar divulgar custo de inauguração de obra

O CDS-PP, através do seu vereador na Câmara Municipal de Lisboa, João Gonçalves Pereira, mostrou-se esta quinta-feira indignado com a recusa de Fernando Medina em divulgar quanto vai gastar na festa de domingo, de inauguração das obras do Eixo Central.

"Questionei duas vezes o presidente da Câmara sobre o custo desta festa, mas não me responderam. Limitaram-se a dizer que sempre houve inaugurações, e que estas custam dinheiro", disse ao JN João Gonçalves Pereira. O centrista explicou que, depois de ver o programa anunciado pela autarquia, teme que a referida festa venha a custar caro aos cofres da Autarquia.

"Dois palcos, mega aula de zumba, concertos e tudo o mais, pago com dinheiros públicos em mera propaganda", prossegue o centrista, dando conta da sua preocupação quanto aos valores que ainda podem vir a ser gastos neste tipo de eventos.

Para João Gonçalves Pereira, "esta ação de propaganda" coloca a questão de saber se, "de agora em diante, por cada avenida, praça e rua que a CML arranje, apesar de não fazer mais do que a sua obrigação depois de sete anos de abandono, vamos ter de assistir a este circo montado lembrando os tempos da festa socialista dos governos de José Sócrates, de tão má memória para todos".

A Câmara de Lisboa anunciou para domingo "um evento com o objetivo de levar os cidadãos a fruir o novo espaço das Praças do Saldanha e de Picoas e das Avenidas da República e Fontes Pereira de Melo", ou seja a intervenção no Eixo Central, que arrancou em maio do ano passado e que foi então classificada por Fernando Medina como " uma das obras mais importantes na vida da cidade nos últimos anos".

Fonte ligada ao executivo de Fernando Medina disse entretanto ao JN que o investimento no evento ronda os 45 mil euros, do quais 19 mil se referem a encargos com publicidade. A mesma fonte garante que a maioria das atividades não representa custos para os cofres da autarquia.

ver mais vídeos