Premium

Filas no registo de alojamento local para evitar nova lei

Filas no registo de alojamento local para evitar nova lei

Legislação entra em vigor na segunda-feira. Na Baixa, há quem chegue duas horas antes de abrir para ter senha.

O dia era de greve no metropolitano e, por isso, de menor afluência à Baixa lisboeta, mas nem por isso Luís Ramos arriscou perder o seu lugar na fila para registar o seu alojamento local: às 7.15 horas de quinta-feira estava à porta do Balcão Lisboa ali existente para garantir que, às 9 horas, era dos primeiros a ser atendidos.

A poucos dias da entrada em vigor, na segunda-feira, da nova lei do alojamento local, as filas do único balcão do Centro Histórico onde é possível registar negócios do género aumentaram significativamente, com as senhas a serem suspensas pelo menos duas horas antes de o espaço encerrar. Tudo para conseguir escapar à nova legislação, até quando o objetivo não é colocar uma habitação no mercado.