Cuidados

Junta de Freguesia de Santo António em Lisboa cria gabinete de saúde mental

Junta de Freguesia de Santo António em Lisboa cria gabinete de saúde mental

A autarquia lisboeta diz que pedidos de ajuda aumentaram e quer prestar apoio psicológico que "ainda não existe".

A Junta de Freguesia de Santo António vai ter um gabinete de saúde mental, com duas psicólogas e uma enfermeira com especialidade nesta área, a partir de janeiro. A ideia de criar esta valência, "que ainda não existe" em nenhuma freguesia da cidade, resulta da constatação do aumento do número de pessoas a precisarem de ajuda psicológica na freguesia. "Diariamente somos confrontados com desabafos de fregueses que perderam o emprego, entre outros problemas, de onde advém ansiedade e desespero", conta o presidente da Junta de Freguesia de Santo António, Vasco Morgado.

O primeiro atendimento no novo gabinete de saúde mental será gratuito e os seguintes, consoante o escalão em que a pessoa se insere, terão um custo "entre cinco, 15 e 20 euros" em horário de expediente. Numa segunda fase, a ideia é "alargar as consultas". "Estamos a trabalhar num protocolo com o Hospital Júlio de Matos e o espaço Júlia, dedicado a vítimas de violência doméstica, para estarmos o menor número de horas possível indisponíveis", explica.

A Junta pretende ainda celebrar protocolos de descontos com todos os gabinetes privados de psicologia da freguesia e fazer um levantamento das necessidades da população. "Estamos a trabalhar com a Ordem dos Psicólogos para perceber de que forma podemos fazer isto, que tipo de abordagem devemos ter neste recenseamento. Não vamos estar aqui sentados, vamos bater à porta das pessoas", avança o autarca.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG