UNESCO

Lisboa candidata Teatro de Revista a Património Imaterial

Lisboa candidata Teatro de Revista a Património Imaterial

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou, na tarde desta terça-feira, a apresentação junto da UNESCO da candidatura do Teatro de Revista a Património Cultural Imaterial da Humanidade. A proposta do PSD não teve votos contra, registando apenas as abstenções do PS e dos independentes.

A proposta dos social-democratas aprovada na reunião desta terça-feira inclui ainda a recomendação à Câmara no sentido de considerar o Teatro de Revista como "atividade cultural representativa da cidade de Lisboa".

O mesmo documento refere a importância da Câmara Municipal de Lisboa sensibilizar "os órgãos de soberania, em particular o presidente da República, a Assembleia da República e o Governo, bem como outras Instituições públicas e privadas, para a importância desta candidatura".

Na proposta assinala-se ainda que deve ser constituída uma Comissão Científica e um Conselho Consultivo, que "prepare esta candidatura com a devida qualidade técnica e científica, sempre com o envolvimento da comunidade do teatro de revista e de um vasto conjunto de entidades, públicas e privadas, responsáveis pela transmissão intergeracional deste género performativo, bem como pela sua produção, recriação e interpretação".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG