Lisboa

Maternidade Alfredo da Costa encerra até ao final do ano

Maternidade Alfredo da Costa encerra até ao final do ano

A Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, vai fechar até ao final desde ano e as equipas médicas vão ser transferidas para o Hospital D. Estefânia, informou esta quinta-feira a administração do Centro Hospitalar de Lisboa Central.

Em comunicado hoje emitido, o conselho de administração do CHLC justifica a decisão do encerramento da Maternidade Alfredo da Costa, "que se pretende que ocorra até ao final do corrente ano", com a existência de três novas unidades hospitalares na região de Lisboa (Cascais, Loures e Vila Franca de Xira), as quais "vieram reter um elevado movimento assistencial realizado até então em Lisboa, nomeadamente, na MAC".

Fontes clínicas disseram à agência Lusa que houve hoje uma reunião entre a presidente do conselho de administração do CHLC, Teresa Sustelo, e os diretores dos serviços médicos e dos enfermeiros.

Na reunião foi comunicado que a MAC encerra até ao final de dezembro e que as equipas vão ser transferidas para o Hospital Dona Estefânia, uma decisão sem retorno e que é apoiada pelo Ministério da Saúde, de acordo com as mesmas fontes.

Na nota hoje emitida, o conselho de administração do CHLC garante, "com segurança, que é possível obter ganhos de eficiência e eficácia, reduzindo custos totais, através da centralização, fusão e extinção de valências, serviços e hospitais".

"O encerramento da Maternidade Alfredo da Costa, que se pretende que ocorra até ao final do corrente ano, passando a atividade assistencial para o Pólo do Hospital D. Estefânia, enquadra-se nesta política de reorganização de sinergias dentro do CHLC", esclarece a administração.

O conselho de administração refere ainda "a necessidade absoluta de reduzir custos, evitando o mais possível a existência de redundâncias", salvaguardando, no entanto, o acesso dos doentes a "cuidados de saúde de qualidade"

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG