6,9 milhões de euros

Viaduto Duarte Pacheco em Lisboa vai ser alvo de obras

Viaduto Duarte Pacheco em Lisboa vai ser alvo de obras

O Viaduto Duarte Pacheco, em Lisboa, vai ser alvo de obras de reabilitação e de reforço sísmico, orçadas em 6,9 milhões de euros, devendo a empreitada arrancar no segundo semestre deste ano.

A Infraestruturas de Portugal anunciou, em comunicado, que foi assinado o contrato para esta empreitada, sendo este remetido para o Tribunal de Contas para obtenção de visto prévio.

"Somente após a concessão do referido visto poderá a empreitada ser consignada e ter início no terreno, o que se estima possa ocorrer no segundo semestre deste ano", lê-se na mesma informação.

Segundo a Infraestruturas de Portugal, estão previstos "trabalhos de reabilitação geral da estrutura, em particular das pilastras P2 e P3, a repavimentação da camada de desgaste, bem como a pintura das superfícies de betão e dos elementos metálicos, de forma a aumentar a durabilidade da obra de arte, e garantir melhores condições de segurança".

O Viaduto Duarte Pacheco foi projetado em 1937 pelo engenheiro João Alberto Barbosa Carmona, tendo a obra sido executada entre abril de 1939 e dezembro de 1944.

Duarte Pacheco era o ministro das Obras Públicas na altura.

A estrutura, integralmente realizada em betão armado, divide-se em cinco partes: duas passagens superiores em arco (arcos laterais), uma sobre a linha de caminho de ferro e outra sobre a Avenida do Parque Florestal de Monsanto; dois viadutos com uma extensão de 85,80 metros entre eixos e uma passagem superior central (arco central) sobre a Avenida de Ceuta.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG