Mafra

Ericeira é primeira reserva mundial de surf da Europa

Ericeira é primeira reserva mundial de surf da Europa

A Ericeira acaba de se tornar na primeira reserva mundial de surf da Europa, anuncia, esta sexta-feira, em Lisboa, a organização mundial Salve The Waves, responsável pelo programa destinado a criar em todo o mundo zonas de ondas protegidas.

O surfista português João de Macedo, responsável pela criação do programa de reservas mundiais de ondas, disse à Agência Lusa que a organização internacional Save the Waves (Salvem as Ondas) decidiu aprovar a candidatura da Ericeira, que se torna assim na primeira reserva mundial de surf da Europa.

"A Ericeira tem ondas muito diferentes, desde ondas curtas a ondas longas, ou seja, tem um leque de várias ondas diferentes numa área tão pequena, que fazem desta zona um sítio único na Europa e no mundo", explicou.

Para o embaixador e membro do júri, um dos dois portugueses a par do surfista Tiago Pires, a candidatura da Ericeira foi aprovada por preencher os critérios exigidos relacionados com a qualidade e consistência das ondas, a existência de uma cultura e uma indústria locais de surf, a biodiversidade e qualidade ambiental das praias e o apoio da comunidade local.

O programa de reservas mundiais de surf enquanto zonas de ondas protegidas visa assegurar a protecção dos recursos naturais da orla costeira e reforçar o reconhecimento internacional do património, considerado também de interesse mundial para a prática do surf e para o desenvolvimento de uma economia associada aos desportos radicais.

"O estatuto de reserva pode ser perdido se houver abusos sobre o meio ambiente", alertou.

A candidatura da Ericeira integra a faixa costeira entre a praia da Empa e a praia de São Lourenço, reunindo sete ondas de classe mundial.

PUB

A Ericeira estava entre dez ondas portuguesas nomeadas pelas federações nacionais de surf às reservas mundiais, desde Viana do Castelo até Sagres.

Pela primeira vez, a organização decidiu também seleccionar as ondas de Main Beach (Austrália) e Santa Cruz, na Califórnia (Estados Unidos da América), entre um total de 126 ondas nomeadas de 34 países diferentes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG