Educação

Faculdade de Lisboa suspende exames presenciais após ajuntamento

Faculdade de Lisboa suspende exames presenciais após ajuntamento

A concentração de um elevado número de estudantes na manhã desta terça-feira junto à entrada de um anfiteatro da Faculdade de Motricidade Humana (FHM) da Universidade de Lisboa para a realização de um exame presencial motivou várias críticas por parte dos estudantes. Os alunos daquela instituição de Ensino Superior queixaram-se que não estavam asseguradas as condições que minimizassem o risco de contágio por covid-19.

Num vídeo divulgado esta terça-feira nas redes sociais, e enviado por vários utilizadores ao JN durante o dia, é possível ver muitos estudantes concentrados no mesmo espaço, depois de uma aparente falha de comunicação na organização do exame em causa.

Questionada pelo JN, a FHM esclareceu que a situação tratou-se "de um movimento pontual". No entanto, acrescentou que os órgãos responsáveis da instituição, depois de reunidos, "decidiram pela suspensão, a partir de amanhã, dos exames presenciais do primeiro semestre do ano letivo em curso, os quais se encontram adiados até data a indicar", referiu a FHM em nota enviada.

"Face à situação identificada, a FMH sempre adotou e adotará as medidas de responsabilização dos intervenientes, de acordo com previsto no seu plano de contingência", termina o comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG