Sintra

Casal polaco morreu em ravina no Cabo da Roca

Casal polaco morreu em ravina no Cabo da Roca

Duas pessoas da nacionalidade polaca morreram, este sábado ao final da tarde, na sequência de uma queda numa ravina com 80 metros no Cabo da Roca, Sintra.

O alerta para a queda de duas pessoas, de uma altura de cerca de 80 metros, numa zona de falésias nas traseiras do farol, foi dado pelas 18.40 horas, informou fonte do CDOS. Segundo testemunhos citados pela RTP, o casal estaria a posar para uma fotografia tirada pelos filhos, quando terá recuado demais e caído na ravina.

Os bombeiros comprovaram que as duas pessoas morreram em consequência da queda e as operações para a retirada dos corpos ainda prosseguiam ao cair da noite, mas foram suspensas, por razões de segurança, à meia-noite de domingo.

Uma fonte da Proteção Civil municipal de Sintra informou que o casal era de nacionalidade polaca e que os dois filhos foram assistidos no local pelo INEM após assistirem à queda dos pais.

Uma fonte dos Bombeiros Voluntários de Almoçageme acrescentou à agência Lusa que as duas vítimas tinham cerca de 40 anos e que os filhos tem 5 e 6 anos.

Nas operações de socorro participaram oito viaturas dos bombeiros, INEM e da GNR, uma lancha da Polícia Marítima e um helicóptero da Força Aérea Portuguesa.