Sintra

Incêndio deixa 13 moradores desalojados e um bombeiro ferido

Incêndio deixa 13 moradores desalojados e um bombeiro ferido

Treze moradores do prédio que domingo ardeu em Queluz ficaram sem casa, tendo sido realojados por familiares e serviços da Protecção Civil de Sintra, revelou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Lisboa.

O incêndio, que deflagrou num prédio do concelho de Sintra, provocou ainda duas vítimas: um morador, que teve um ataque de ansiedade e foi assistido no local, e um bombeiro, que "teve traumatismos num ombro e está em observação no Hospital Amadora/Sintra", explicou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

O incêndio começou às 19.15 horas de domingo no último andar de um prédio da Avenida Miguel Bombarda e, de acordo com o CDOS, "o 4º andar e a cobertura ficaram queimadas na totalidade".

Os oito moradores dos dois apartamentos do 4º andar foram realojados em casa de familiares, contou.

Durante o combate às chamas, que foi realizado por cinco corpos de bombeiros, o 3º andar também ficou inabitável "devido à infiltração de água", explicou fonte do CDOS, acrescentando que os cinco moradores deste andar acabaram por ser realojados pelos serviços da Protecção Civil de Sintra.