O Jogo ao Vivo

Saúde

Urgência pediátrica de Torres Vedras a funcionar sem pediatras até sábado

Urgência pediátrica de Torres Vedras a funcionar sem pediatras até sábado

A urgência pediátrica de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste, no distrito de Lisboa, está desde as 21 horas de quinta-feira a funcionar sem pediatras.

"Tem a ver com a falta de pediatras na escala, porque a escala é feita à custa de prestadores de serviço, uma das quais, mais regular, está de férias este mês e estamos com dificuldades", disse à agência Lusa a administradora do Centro Hospitalar do Oeste (CHO), Elsa Banza. Situação vai manter-se até às 21 horas de sábado.

A presidente do conselho de administração do CHO esclareceu que a urgência continua a funcionar, mas em vez de ter uma escala preenchida por dois médicos de clínica geral e um pediatra, está a trabalhar apenas com os clínicos gerais.

PUB

"Os doentes que precisem de pediatra são transferidos para a urgência pediátrica de Caldas da Rainha", no distrito de Leiria, informou.

Elsa Banza admitiu que já houve constrangimentos no dia 31 de dezembro e deverão voltar a existir na próxima semana, pelo mesmo motivo.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Torres Vedras, Caldas da Rainha e de Peniche e serve cerca de 300 mil habitantes daqueles três concelhos, assim como de Óbidos, Bombarral, Cadaval e Lourinhã e parte dos concelhos de Alcobaça (freguesias de Alfeizerão, Benedita e São Martinho do Porto) e de Mafra (com exceção das freguesias de Malveira, Milharado, Santo Estêvão das Galés e Venda do Pinheiro).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG