Exclusivo

Em Elvas, investigadores estudam como ajudar plantas a reagir a fungos

Em Elvas, investigadores estudam como ajudar plantas a reagir a fungos

O Laboratório colaborativo InnovPlantsProtect (InPP), liderado pela Universidade Nova de Lisboa, tem como objetivo ajudar a resolver problemas que se colocam no domínio do conhecimento do setor agrícola. Em funcionamento desde 2019, é um dos 35 laboratórios colaborativos projeto aprovado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

O espaço, agora renovado, foi financiado pela Câmara Municipal de Elvas com o apoio da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento do Alentejo. Custou 2,8 milhões de euros e já permitiu a fixação no Alentejo de 40 investigadores, alguns vindos do estrangeiro.

Cláudia Rato, de 43 anos, é um deles.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG