Ponte de Sor

Queda de helicóptero em Ponte de Sôr mata instrutor de voo e aluno

Queda de helicóptero em Ponte de Sôr mata instrutor de voo e aluno

Um helicóptero de uma escola de aviação despenhou-se, esta quinta-feira, perto do aeródromo de Ponte de Sôr, no distrito de Portalegre, causando dois mortos, confirmou, ao JN, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Portalegre.

As vítimas mortais do acidente, que ocorreu pelas 10.50 horas, são um instrutor português e um aluno angolano, com idades entre os 25 e 30 anos.

O helicóptero caiu na Herdade da Amieira, nas traseiras do aeródromo de Ponte de Sor, mas as causas do acidente são ainda desconhecidas.

Os dois corpos foram transportados para os serviços de Medicina Legal do hospital de Abrantes.

A empresa proprietária do helicóptero revelou que o instrutor era "experimentado" e cumpria "todas as normas" de segurança. Em comunicado, a empresa "G Air" explicou que "o helicóptero acidentado é um Hughes 249 em operação de instrução com um instrutor experimentado, dentro de todas as normas de segurança".

As operações de socorro mobilizaram 23 operacionais e oito veículos dos bombeiros locais e uma viatura médica de emergência e reanimação, além de um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica.

Causas investigadas

PUB

O Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA), de acordo com o previsto na lei, vai abrir um processo de investigação às causas da queda do helicóptero.

De acordo com o diretor do GPIAA, Álvaro Neves, uma equipa daquele organismo, com dois investigadores, já foi mobilizada para o local para avançar com a investigação.

"Uma equipa vai deslocar-se ao local do acidente para fazer a recolha de indícios do caso", afirmou Álvaro Reis, referindo que os dois investigadores deverão chegar à zona "ao início da tarde".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG