Educação

Amianto e falta de auxiliares origina greve na EB2,3 Amarante

Amianto e falta de auxiliares origina greve na EB2,3 Amarante

A Escola EB 2,3 de Amarante não reabriu, esta segunda-feira, devido a uma greve convocada pelo Sindicato de Todos os Professores (S.TO.P).

Professores, assistentes operacionais e encarregados de educação exibindo cartazes com mensagens alusivas à existência de amianto nas coberturas de vários pavilhões manifestaram-se à porta do estabelecimento.

Na EB 2,3 de Amarante, estudam cerca de 900 alunos, do 5.º ao 9.º ano de escolaridade.

A insuficiência de funcionários nas escolas foi outra das queixas dos manifestantes, denunciando a existência de um rácio de 42 alunos por cada auxiliar, o dobro das recomendações da tutela.