Amarante

Autarquia cede 23 antigas escolas a juntas e associações

Autarquia cede 23 antigas escolas a juntas e associações

Antigos edifícios escolares que foram desactivados com a construção de novos equipamentos serão aproveitados para turismo, cultura, associativismo e apoio a idosos.

"Com a reorganização da rede educativa e a constituição dos centros escolares, o que se pretende agora é criar condições para que as antigas escolas possam ser úteis à comunidade", disse o vereador Abel Coelho, responsável pelo pelouro da Educação da Câmara Municipal de Amarante.

O autarca recorda que a câmara desafiou há alguns meses as juntas de freguesia e as associações do concelho para que apresentassem propostas quanto à eventual utilização das antigas escolas, mediante a celebração de um contrato.

Das candidaturas apresentadas, constam vários tipos de utilização nas áreas do turismo, cultura, associativismo e apoio a idosos. "Analisamos caso a caso e decidimos as soluções que nos pareceram mais interessantes", sublinhou Abel Coelho.

No âmbito deste acordo, as entidades às quais forem confiados os imóveis assumirão os encargos de eventuais obras de adaptação. Além das 23 situações agora concretizadas há outras similares realizadas no passado recente, mas que carecem ainda de formalização.

Abel Coelho recorda que está em fase avançada o processo de construção mais três novos centros escolares no concelho - Madalena/Lufrei, Vila Garcia e Figueiró - que se juntam aos que se encontram já em funcionamento. Por isso - diz - "várias escolas vão ficar vazias".

Até 2013, serão construídos mais alguns centros escolares, em função das necessidades previstas na Carta Escolar.