Pandemia

Escolas de Amarante com equipa de prevenção à covid para descongestionar o SNS

Escolas de Amarante com equipa de prevenção à covid para descongestionar o SNS

Amarante tem, desde a semana passada, uma equipa multidisciplinar de intervenção nas escolas do concelho com vista a intervir sobre a situação epidemiológica da comunidade escolar do concelho.

"Como sabemos, as entidades de saúde estão entupidas de processos, com dificuldades de resposta. O que nós fazemos é, de acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS), agilizar processos evitando ao máximo entupir o sistema do SNS. Se não tivermos equipas dedicadas estas coisas podem complicar-se", justifica José Luís Gaspar, presidente da Câmara de Amarante, que em nome do município fez um protocolo com a Delegação de Saúde do Baixo Tâmega para a constituição da equipa multidisciplinar de intervenção.

A equipa é composta por oito elementos, subdivididos em grupos de dois técnicos por cada Agrupamento de Escolas, tem por missão agilizar procedimentos nas situações suspeitas de infeção por covid-19. "Em 12 horas a equipa executa todos os procedimentos necessários de forma mais estreita e célere garantindo o controlo desta massa educativa populacional", explica fonte ligada ao processo.

Coordenada pela Delegada de Saúde, Ana Júlia, a equipa tem "via verde" para atuar em todas as instituições de ensino de Amarante, público e privado, no âmbito da covid-19. Trata-se de uma comunidade escolar de 7600 alunos repartidos por 320 turmas além de professores, administrativos e auxiliares da educação. "É uma grande comunidade que importa acautelar", refere o edil.

Em Amarante há vários alunos infetados com covid-19. Na passada semana, duas salas do pré-escolar do Colégio S. Gonçalo foram encerradas. Na Escola Secundária, duas turmas do 11.º e 12.º anos estiveram em quarentena, por determinação das autoridades de saúde. Foram também sinalizados casos entre alunos do 10.º e 7.º anos, que estiveram em isolamento, "entre outros casos espalhados pelos diferentes estabelecimentos de ensino do concelho", apurou o JN.

PUB

"Há casos nas escolas, razão porque esta equipa foi constituída", sustenta José Luís Gaspar, porém, "os dados disponíveis são agregados de todo o concelho, nos diferentes setores da população, e não nas escolas especificamente". A única certeza, no dizer do autarca, é que as IPSS do concelho de Amarante "até agora não têm casos de infeção por covid-19. Os planos de contingência e protocolo estão a ser seguidos", garante.

Quanto ao Hospital S. Gonçalo, o novo hospital de Amarante que faz parte do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), está a realizar trabalho de retaguarda na assistência às "doenças não covid".

Até à passada sexta-feira, o concelho de Amarante tinha registados 378 casos de infeção pelo novo coronavírus.

A unidade referência do CHTS na pandemia é o hospital Padre Américo, em Penafiel. À beira da rutura o CHTS já transferiu "doentes covid" para o setor privado da saúde, no caso, para o Hospital Escola Fernando Pessoa, em Gondomar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG