Ambiente

Baião recolheu mais de seis toneladas de lixo das bermas das estradas

Baião recolheu mais de seis toneladas de lixo das bermas das estradas

A autarquia baionense levou a cabo, "uma grande ação de limpeza" por vários pontos do concelho e recolheu 6,2 toneladas de resíduos.

A Câmara alega que "foi mais além do que as suas responsabilidades" e fez a limpeza e recolha de lixo "em locais que não são da sua competência", junto a Estradas Nacionais como a 108, a EN 321 (entre Loivos do Monte e o Gôve) e a EN 321-1. A autarquia fez ainda a recolha de lixo na Estrada Municipal 582 (entre o Grilo e o Lameirão).

Ao todo foram recolhidos dois mil quilos de resíduos de construção e demolição, dois mil kg de madeiras e aparas de árvores secas, 1500 quilos de monstros domésticos (colchões, mobiliário, eletrodomésticos), 500 quilos de outros resíduos (papel/ cartão, máscaras de proteção contra a covid-19, roupas, calçado, entre outros), 200 quilos de plástico e de metal e 15 quilos de vidro.

Os resíduos recolhidos foram separados e encaminhados para reciclagem. Os trabalhos consistiram na limpeza das bermas de estradas, miradouros, valetas, fontenários e outros pontos de interesse.

O vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Baião, Henrique Gaspar, referiu que "sendo Baião o concelho com maior percentagem de áreas verdes no distrito do Porto, a autarquia quis, com esta ação, dar o exemplo sobre a necessidade de se depositar os resíduos em locais próprios para proteger o ambiente". "Se cada cidadão fizer a sua parte, podemos ter um concelho mais limpo e seguro para todos", observou.

Outras Notícias