Festival

Comida de rua mundial e vinhos verdes juntam-se em Felgueiras

Comida de rua mundial e vinhos verdes juntam-se em Felgueiras

Cachorros, hambúrgueres, sandes "gourmet", espetadas italianas, wraps, waffles, gelados e os melhores vinhos de Felgueiras cruzam-se na Praça Dr. Machado de Matos, em Felgueiras, até domingo. A meta é mostrar que os vinhos do concelho se harmonizam com qualquer comida do mundo, dinamizando a economia local.

A primeira edição do "Vinho Verde de Felgueiras & Street Food" conta com seis rulotes e seis produtores de vinho. Há provas de vinho comentadas e apresentações de cozinha, para os mais velhos. E animação e insufláveis para os mais novos.

Felgueiras assume-se "como o maior produtor de Vinho da Região Demarcada dos Vinhos Verdes", com uma produção de 10,9 milhões de litros, cerca de 15% da produção total na campanha 2018/19. Os vinhos da região, exportados para dezenas de mercados em todo o mundo, harmonizam com uma grande diversidade de comidas. E a "street food", que mostra os sabores do mundo, casa bem com os vinhos locais, defendem os felgueirenses.

Nuno Fonseca, presidente da Câmara de Felgueiras, que promove o evento em parceria com vários agentes, destaca a importância das sinergias criadas para promover este produto local. "Os vinhos de Felgueiras ligam bem com tudo e esta é uma forma de vincarmos o que temos de bom e único nesta região, dando uma oportunidade aos produtores de mostrarem o potencial do seu produto", disse ao JN, frisando a importância dos vinhos verdes na economia local e o seu potencial de criação de emprego.

Esse peso do vinho na economia local é reconhecido por todos. Só a Cooperativa Terras de Felgueiras produz cinco milhões de litros de vinho verde e exporta 30% da sua produção para cerca de 30 países, sobretudo mercados como a Rússia, o Brasil e os Estados Unidos da América. A produção tem crescido. "A título de exemplo, têm sido roubadas zonas de floresta para plantar vinhas", refere Rui Pinto.

"A nossa marca tem implantação local, nacional e internacional, mas é sempre bom mostrar aos felgueirenses os nossos vinhos", sustenta o engenheiro. "Tentamos criar uma conjugação da street food e vinhos verdes e ver como casam. Acho que vão casar bem, porque este é um vinho fresco e jovem. Estamos a pensar replicar este evento no próximo ano com maior envergadura", acrescenta.

Quem instalou as suas rulotes de comida de rua na Praça felgueirense também acredita na ligação entre os vinhos e a sua comida. Filipe Pereira foi "chef" de um restaurante durante 10 anos, mas estava cansado dessa "prisão" e criou a "Pão com Segredos" em 2015.

Natural de Vila Nova de Gaia, tem percorrido todo o país. "A street food permite fazer o que gostamos e sermos livres", afirma. Apostou em sandes "gourmet" e garante que "sandes e vinho não podiam ligar melhor".

Também Rodrigo Reis, da "Veru Street Food", projeto recentemente instalado em Portugal, acredita neste potencial. Vendem espetadas à moda de Itália. "A carne de frango e a carne de porco harmonizam bem com o vinho verde aqui da região. Nada melhor que proteína e vinho", alega o brasileiro. Além de fazer negócio, a visita a Felgueiras será aproveitada para fazer turismo e criar contactos. "Temos uma garrafeira em Óbidos e queremos fazer contactos comerciais com os produtores de vinho", adianta.

Outras Notícias