O Jogo ao Vivo

Polícia

Abandonar carros na rua em Gondomar custará no mínimo 500 euros

Abandonar carros na rua em Gondomar custará no mínimo 500 euros

Até ao mês passado, Polícia Municipal de Gondomar sinalizou 256 viaturas abandonadas no concelho. Muitas são de condutores de municípios vizinhos, que aproveitaram falta de regulamentação.

A Câmara de Gondomar prepara-se para criar uma coima própria no regulamento municipal, com um valor mínimo de 500 euros, a ser aplicada quando o carro forem abandonados na via pública ou jardins.

Só este ano, até ao mês passado, 256 viaturas foram sinalizadas pela Polícia Municipal por estarem abandonadas. Dessas, 52 acabaram removidas após diligências junto dos proprietários e só uma foi recuperada. As restantes foram para a sucata.

Um processo "tão longo", segundo o presidente da Autarquia, Marco Martins, que fez com que o Executivo avançasse agora para esta medida "pedagógica".

Além do mais, o município tem vindo a verificar que muitos dos condutores que abandonam as viaturas em Gondomar são de concelhos vizinhos, como de Valongo, Maia e Porto, porque sabem que aqui, ao contrário de outros concelhos com regulamentação própria, até agora só se multava por estacionamento abusivo e imputava-se custos após a remoção da viatura.

Houve alturas em que por o Parque Operacional da Câmara, em Fânzeres, estar lotado, as viaturas não puderam ser removidas.

Sucata rende 180€

PUB

Com esta medida, o autarca espera ver diminuído o número de carros abandonados, até porque reforça: "Todo o procedimento é demasiado burocrático". E sublinhou: "Desde que a viatura chega ao parque até a situação ficar resolvida demora, em média, 120 dias".

Marco Martins explicou que "as viaturas estarem 30 dias no parque é que a Câmara faz um pedido de pronuncia à Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública e só se esta não declarar interesse é que pode ser constituído um lote para alienação de sucata, através de concurso público". Por cada veículo vendido à sucata, a Câmara recebe em média 180 euros.

Associações apoiadas

Na reunião do Executivo de Gondomar será hoje votada a proposta de uma linha de apoio especial e extraordinária a favor do Movimento Associativo do concelho.

Além do valor anual de um milhão de euros que é distribuído pelas cerca de 240 associações do concelho, a Autarquia prepara-se para reforçar com mais meio milhão estas mesmas instituições. Só serão abrangidas associações sociais, desportivas, culturais e recreativas que sob compromisso de honra não encerrem atividade até final de 2021. A Câmara espera que as instituições "possam ultrapassar esta fase pandémica", nomeadamente com o pagamento das despesas fixas, como salários e rendas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG