Exclusivo

Atraso em baixar fatura da água cria conflito entre Câmara e Águas de Gondomar

Atraso em baixar fatura da água cria conflito entre Câmara e Águas de Gondomar

Mais de um ano depois de anunciada, a descida do preço da água em Gondomar continua por concretizar. Aliás, a concessionária, Águas de Gondomar, pretende mesmo aumentar a tarifa em 5,5% no próximo ano. A Câmara de Gondomar não aceita a decisão e informou esta terça-feira a empresa que vai impor unilateralmente a prometida redução de 16%.

No entanto, isso só poderá acontecer no próximo ano. Para que a descida seja uma realidade, a Câmara terá de compensar financeiramente a Águas de Gondomar, conforme está estipulado no contrato de concessão.

A proposta da redução do tarifário vai a votação na próxima semana na reunião do Executivo, liderado pelo socialista Marco Martins. O autarca lamenta "ter esgotado a possibilidade de descer a tarifa da água pela via do acordo" com a Águas de Gondomar, e acusa a empresa de "má-fé" no desenrolar de todo o processo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG