Lazer

Gondomar espera 150 mil pessoas na Noite Branca

Gondomar espera 150 mil pessoas na Noite Branca

A Câmara de Gondomar estima ter à volta de 150 mil pessoas no regresso da Noite Branca, agendada para 3 de setembro, dois anos volvidos sobre a interrupção forçada pela chegada da pandemia da covid-19.

Com Diogo Piçarra e Ana Bacalhau como cabeças de cartaz de um programa que reúne cerca dos 300 artistas que atuarão no regresso da Noite Branca a Gondomar, "a autarquia espera superar os 120 mil que estiveram em 2019, atingindo as 150 mil pessoas", revelou fonte da autarquia.

Primeiro momento das Festas do Concelho, que se estendem até 9 de outubro, a Noite Branca "contará com performances musicais e teatrais, apresentações cénicas, animação de rua, estátuas vivas, artesanato e comércio aberto", revela. A iniciativa não decorreu em 2020 e 2021 devido à pandemia da covid-19.

PUB

No palco D'Ouro, o destaque vai para as atuações de Diogo Piçarra e Ana Bacalhau, seguidas dos DJ Olga Ryazanova e Peter Guma, enquanto no palco dedicado aos anos 80, os espetáculos estarão a cargo dos DJ Pantaleão, Rita Mendes e PP.

Pelos diferentes palcos será possível apreciar música eletrónica local e nacional, fados e música tradicional e ainda espetáculos aéreos e de fogo, bandas de música pop e rock.

O vice-presidente da Câmara, Luís Filipe Araújo, expressou a "ambição renovada" de que a nova edição "seja de retoma mas também de crescimento".

Na 7.ª edição, a Noite Branca de Gondomar, recorda o município, foi já "nomeada na categoria Best Festivity [melhor festividade], para os Iberian Festival Awards [Prémios dos Festivais Ibéricos], concorrendo com outros eventos culturais e populares de Portugal e Espanha ao título de Melhor Festividade Ibérica".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG