Exclusivo

Há 36 anos parada, central de captação de água está em ruínas

Há 36 anos parada, central de captação de água está em ruínas

Gondomar quer recuperar o edifício na Foz de Sousa. Município do Porto, proprietário, negocia cedência com Águas do Douro e Paiva.

Para quem mora na Rua das Águas, na Foz do Sousa, em Gondomar, a antiga central de captação de água traz memórias do tempo em que o edifício, abandonado há décadas, foi ponto de atração, nem sempre pelos melhores motivos. "Entravam para ver e acabaram por roubar tudo. Só depois de estar tudo vazio é que decidiram fechar o edifício", lamenta Papiniano Silva, de 64 anos, recordando "as turbinas enormes" cujo peso não impediu que também desaparecessem.

O edifício, classificado como Monumento de Interesse Público pela Direção-Geral do Património Cultural, tem todas as janelas e portas vedadas com chapas e cadeados. A fachada revela o elevado estado de degradação da central, desativada há 36 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG