Gondomar

Tribunal de Contas concede visto à Câmara de Gondomar para pagar dívida à EDP

Tribunal de Contas concede visto à Câmara de Gondomar para pagar dívida à EDP

A Câmara de Gondomar vai saldar a dívida à EDP, de 48 milhões de euros, e que remonta a 1982.

Depois do Tribunal de Contas ter chumbado, no ano passado, o empréstimo solicitado pela Autarquia, este órgão vem agora conceder o visto à operação que vai permitir liquidar antecipadamente a dívida.

Na prática, a Câmara de Gondomar deixa de ser um Município sobreendividado e aquele que tinha a maior dívida à EDP.

"É uma conquista fundamental para o presente e para o futuro dos gondomarenses e um problema com mais de 30 anos que fica resolvido. Se não fosse a situação financeira, teríamos feito mais do dobro do que já concretizamos até hoje", comentou o presidente da Câmara, Marco Martins.