O Jogo ao Vivo

Gondomar

Petição contra saída da PSP da Estação Ferroviária de Rio Tinto

Petição contra saída da PSP da Estação Ferroviária de Rio Tinto

Está a decorrer uma petição pública com o objetivo de que seja mantida a 4ª Esquadra da PSP de Investigação Criminal no Edifício da Estação Ferroviária de Rio Tinto, Gondomar.

O documento, assinado por 55 pessoas, refere que "antes da permanência da esquadra no local, a zona em questão era de elevado risco de crime e tráfico de droga, sendo alvo constante de incidências e violência máxima, contribuindo assim para um sentimento generalizado de medo e terror".

Situação que "mudou para melhor a nível de segurança dos residentes, dos comerciantes e dos passageiros que diariamente embarcam e desembarcam na estação.

Só que perante "a iminente possibilidade de saída deste efetivo policial do local", devido à falta de condições das instalações, o grupo de cidadãos de Rio Tinto, autores da petição, apelam à "imperativa intervenção da Junta de Freguesia, entidade que tem a seu cargo a responsabilidades da manutenção do edifício, com via à sua continuidade no local".

Contactado o presidente da Junta de Rio Tinto, Nuno Fonseca, disse ao JN que "a saída da PSP é uma decisão irreversível e nada tem a ver com a falta de condições do edifício", explicando que esta esquadra de Investigação Criminal "é a única que está num edifício isolado e a PSP quer que esta seja inserida num espaço policial".

Nuno Fonseca contou que pediu à PSP que "adiassem a saída", a tempo de inserir esta valência na futura esquadra de S. Cosme, mas desconhece o que será feito. "Não faz sentido que esta esquadra saia do concelho", sublinhou.

O autarca não deixa de revelar "preocupação com o que vai ser feito naquele espaço" e teme que aquela zona da estação "fique abandonada".

Já o presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, referiu que a Câmara está "em conversações com a PSP e com o Ministério da Administração Interna por conta do projeto da nova sede da Divisão da PSP de Gondomar, em S. Cosme - que vai substituir a esquadra que atualmente situada no bairro do Monte Crasto -, podendo "se for necessário incluir novas valências".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG